O percurso de um projecto...

23
Fev 10
Hoje foi a nossa 2.ª orientação! Mostramos aos nossos orientadores e à nossa proponente o que tinhamos encontrado aquando as investigações para o módulo Estado de Arte/Briefing. Como já foi referido no post anterior a maior descoberta foi o site da PEN.
       
(Admitimos que seria uma boa aposta comprar os direitos de autor desta plataforma), mas não, serve-nos de inspiração para o que queremos fazer do nosso projecto. Entretanto, surgiu-nos ideias mais ou menos alinhavadas com os requisitos funcionais que iremos explorar no 2.º módulo, embora o briefing já comtemple algumas dessas ideias.

Ficam aqui algumas delas:
- integrar na plataforma actividades didáticas e construtivas da escola tais como a organização de um magusto ou um sorteio de um cabaz de natal;

- integrar na plataforma aplicações interactivas, não necessariamente presentes no contexto de aprendizagem do aluno mas que sejam de alguma forma didácticas e que cativem o aluno para que este simpatize com a plataforma tais como as aplicações muxicall ou wallright (ambas desenvolvidas por  Diana Antunes, licenciada em Novas Tecnologias da Comunicação);
- atender ao grau de complexidade da plataforma. Ela terá de ser desenvolvida de modo a parecer simples e intituiva a um utilizador que a explore pela primeira vez, mas deverá ser também passível de ser personalizada por utilizadores mais experientes (ou que foram ganhando experiência) possibilitando assim a inserção de outras opções/aplicações/formas de comunicação que se adaptem à pessoa que a utiliza (este ponto tem mais em conta os encarregados de educação pois o grau de capacidade entre eles para a utilização de ferramentas web pode ser bastante díspar consoante o caso);
- começar a delinear e a planear o layput e aspecto gráfico da plataforma. Deverá ser “limpo”, contendo cores claras e menus/links intuitivos;
- apontar outros sites/plataformas seleccionados como influências/referências;
- integração de calendários partilhados;
- integrar a possibilidade de separar teores do conteúdo de informação comunicada entre os varios utilizadores (conversas formais/informais nos seus respectivos fóruns ou outro tipo de “separadores”);
-possibilidade de utilizar a rádio escolar para publicitar a plataforma, emitir avisos, e mesmo interagir com os alunos ex.: fazer uma playlist semanal tendo em conta as músicas mais votadas pelos alunos na plataforma;
- possibilidade de englobar um jornal online da escola na nossa plataforma. Note-se que os alunos já há algum tempo que tencionam criar uma espécie de jornal online para publicarem as notícias mais importantes no meio escolar;
- facilitar o trabalho do professor, não o obrigando por exemplo a marcar a lista de faltas dos alunos no fim de cada aula, mas por outro lado poderia utilizar a plataforma para comunicar com o encarregado de educação de um determinado aluno que esteja, consecutivamente, a faltar às suas aulas.
 
Duarte Soares
Eduarda Carvalho
José Teixeira
Tony Coelho
Wilson Alberto

Já tiveram notícias da PEN??

Era importante conseguir perceber quais as funcionalidade que essa plataforma oferece.

caixinha a 25 de Fevereiro de 2010 às 12:09

De
Nome

Email

Url

Guardar Dados?



Email

Password



Comentário

Máximo de 4300 caracteres




"Never regard study as a duty, but as the enviable opportunity to learn to know the liberating influence of beauty in the realm of the spirit for your own personal joy and to the profit of the community to which your later work belongs." Albert Einstein